COOPANEST-MG

Blog

CORONAVÍRUS | Ações individuais que protegem a todos

O mundo enfrenta, desde o início do ano, uma doença que em três meses se alastrou pelos cinco continentes. Fronteiras fechadas, empresas em férias coletivas, restrições econômicas e regras de isolamento social obrigatórias têm sido medidas comuns em diversos países.  

No dia 26 de fevereiro, o novo Coronavírus chegou ao Brasil e, em menos de um mês, já foram confirmados mais de 1.500 casos de contaminação. Frente a isso, o isolamento social e a intensificação de medidas preventivas se tornaram nossas armas contra  Covid-19. Independentemente das decisões do governo, as atitudes de cada indivíduo são determinantes para que o país enfrente a pandemia da maneira menos impactante possível.  

Neste momento, o essencial é que cada indivíduo adote medidas que evitem o contágio e tenha cuidado consigo mesmo, com sua família, com seus colegas e com a sociedade como um todo. É necessário mudar alguns hábitos e seguir os comportamentos indicados pela Organização Mundial de Saúde. 

Confira abaixo mais informações sobre a doença e veja como e prevenir.

Como se dá a transmissão?  

  • Contato com secreção emitida por pessoa contaminada

Contato físico com objetos contaminados 

Quais os sintomas 

  • Febre (acima de 37°) 
  • Tosse (seca ou com secreção) 
  • Dificuldade para respirar 
  • Insuficiência renal 
  • Dores no corpo 
  • Congestionamento nasal 
  • Inflamação na garganta 

O que fazer em casos de sintomas leves? 

  • Permaneça em casa e isolado dos demais moradores   
  • Estabeleça uma boa hidratação e alimentação 
  • Faça repouso 
  • Utilize máscaras e luvas caso tenha de sair de casa 

O que fazer em casos mais graves? 

  • Entre em contato com o 136 (SUS) ou com o atendimento telefônico ou online de seu plano de saúde  
  • Procure o Pronto Atendimento mais próximo, se for o caso 
  • Utilize máscaras e luvas caso tenha de sair de casa 

 Como prevenir?  

  • Mantenha o isolamento social, se possível  
  • Lave as mãos com água e sabão, por pelo menos 20 segundos, várias vezes ao dia 
  • Evite contato próximo com pessoas doentes 
  • Evite tocar os olhos, nariz e boca com as mãos sujas 
  • Ao tossir e espirrar, cubra a boca e o nariz com um lenço de papel (descarte-o em seguida) ou use o antebraço 
  • Caso apresente sintomas, mantenha distância de outras pessoas e evite sair de casa 

Como é o tratamento?  

Como a doença é nova, não existe um tratamento específico. A indicação é fazer repouso, manter uma boa alimentação e consumir bastante água.  

Qual é o grupo de risco?  

Pessoas acima de 60 anos ou com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão, asma ou outros males cardiovasculares. Crianças, jovens e adultos podem ser contaminados e não apresentar sintomas, por isso, é essencial manter o isolamento social e  as medidas de higiene preventivas. 

Notícias relacionadas Artigos relacionados

A realidade da consulta pré-anestésica digital

A teleconsulta ganhou protagonismo com a chegada da pandemia do novo coronavírus. O risco de contágio no deslocamento de pacientes…

Nova diretoria já trabalha para minimizar impactos da pandemia sobre anestesiologistas

No início de março foi realizada a Assembleia Ordinária da Coopanest-MG, quando foram eleitos para compor a Diretoria do quadriênio…