COOPANEST-MG

Blog

Recuperação de glosas garante bons resultados na pandemia

Coopanest-MG dribla restrição à realização de cirurgias eletivas e regulariza casos pendentes

A análise de glosas não costuma ser vista com bons olhos, pois se trata de um sinistro gerado por faturamentos recusados, devido a questões administrativas ou técnicas. Nesse caso, o anestesiologista não recebe o devido honorário e precisa efetuar correções ou negociar o pedido para que a situação seja normalizada.

Para reverter o quadro e simplificar o processo para seus cooperados, a Coopanest-MG tem um setor que trata exclusivamente da análise e recuperação das glosas.  

O trabalho é realizado por uma equipe especializada e alinhada, inclusive, às operadoras. Com base em uma avaliação detalhada dos documentos, ela busca recuperar tudo aquilo que é passível de pagamento e evitar que o profissional tenha qualquer prejuízo no que diz respeito aos honorários que, atualmente, são faturados pela Coopanest-MG.

Faturamento foi afetado pela pandemia

A Cooperativa registrou uma queda brusca no faturamento durante a pandemia, explicada pela limitação para a realização de cirurgias eletivas nos hospitais, com o intuito de reduzir a circulação da Covid-19. Com isso, a Coopanest-MG precisou iniciar uma negociação com as operadoras para buscar solução para glosas que ainda estavam pendentes – e os bons resultados só vieram após persistentes tratativas.

O setor de glosas foi fundamental para isso, pois não há outra área dedicada ao refaturamento na Cooperativa. De modo geral, o processo ocorre como um novo faturamento, mas subsidiado por informações que não são comuns no processo padrão. Trata-se de um esforço exclusivo para recuperar passivos, calcado na experiência adquirida nos últimos 34 anos de dedicação aos cooperados.

Transparência e celeridade

A comunicação com o cooperado, que é parte essencial no tratamento das glosas, é algo a que a Coopanest-MG dedica máxima atenção. Segundo Kellyson Rodrigues, responsável pelo setor comercial, a Cooperativa permanece investindo na excelência de seus serviços e trabalhando incansavelmente para que o cooperado não tenha qualquer perda – a menos que essa seja verdadeiramente justificada. Caso ocorra, o esforço é para que o parceiro fique ciente e saiba o motivo que levou à glosa.

Quando a glosa é de ordem técnica, a equipe entra em contato com o cooperado para que ele emita um documento ou parecer técnico que justifique o problema. Cabe à Cooperativa encaminhar as evidências à operadora para que haja uma resposta. Essa transparência e parceria foi fortalecida durante a pandemia e fez com que o setor de glosas atingisse o bom desempenho registrado atualmente.

E mesmo que a área tenha retomado as atividades presenciais no ritmo de antes de pandemia, esse período trouxe mudanças expressivas para o modelo de trabalho. A troca de informações entre Cooperativa e operadora, por exemplo, passou a ser mais rápida pelo meio digital. “Durante a crise sanitária foi possível enviar os recursos via e-mail ou portal, o que possibilitou economia e menos trânsito de pessoas. Isso deu mais agilidade aos processos e à análise de contas, reduzindo a possibilidade de extravios”, explica Kellyson. 

Com o propósito de manter a satisfação do cooperado, os resultados da Coopanest-MG em relação às glosas têm se situado dentro do esperado pelo mercado. Dessa forma, é possível trabalhar para otimizar recursos e realizar entregas cada vez melhores.

Notícias relacionadas Artigos relacionados

Praticidade e segurança com o Ágil

Criado exclusivamente para atender os anestesiologistas da Coopanest-MG, o Ágil é uma ferramenta que possibilita aos cooperados o envio rápido…

Mês do Meio Ambiente

Ter a sustentabilidade como um pilar é muito mais do que zelar por processos ágeis e otimizados. É saber olhar…